Além das Nuvens

No mundo da tecnologia a grande pergunta recorrente é “O que vem depois?” Quando falamos em Cloud Computing, muitos ainda estão no início das suas jornadas, mas já têm essa preocupação. Neste momento a resposta é: A Transformação Digital. Mais importante que Big Data, IoT, ou qualquer outra tecnologia, é incorporar a cultura digital ao negócio. Isso significa tirar todas essas tecnologias do mundo das ideias, trazer para a vida real e incorporá-las ao DNA, como estratégia de evolução da empresa.

É hora, de verdade, do pessoal de TI e assemelhados assumirem a responsabilidade (de volta) de liderar a inovação e a mudança profunda dos negócios de cada empresa, cada mercado, cada economia. Vivemos tempos em que todas as atividades são profundamente alteradas pelo forte impacto disruptivo das novas tecnologias, onde Cloud Computing tem destaque há anos. Mas a questão é, como é que nós, profissionais de TI lideramos este processo? Afinal nosso pessoal de TI é quem mais está preparado em processos, tecnologias, pensamento lógico e capacidade de executar esta transformação. Isto tudo você sabe, na teoria.

Na prática, convenhamos, a tecnologia é sedutora. E traz com ela o árduo cotidiano de gerir os ativos de TI: operar, sustentar e manter funcionando. Você deve ter visto as estatísticas: quase 100% do tempo de uma área de TI é dedicado a sustentar o que existe. Pensar, ajudar no negócio, não há tempo. O fato é: a transformação digital vai mudar as regras no mundo dos negócios e isso vai depender da maneira como a tecnologia será usada para transformar processos. 

O surgimento de Cloud permitiu mudar tudo isso e abrir espaço na agenda para pensar em prol de algo mais do que sustentar estruturas legadas. A Cloud resgata nossos sonhos de adolescência, de trabalhar com computação para fazer parte da revolução que o mundo teria no século XXI. Este tempo chegou, mas sonho e realidade têm em comum apenas os excessos que chamamos de pesadelos.

Cloud Computing não traz os benefícios que se deseja automaticamente. Por mais óbvio que seja, este é o mais frequente erro que há. Seguir adiante sempre é um exercício de desapego. Deixar de tocar TI por TI e pensar no negócio e assim ajudá-lo a se transformar não é fácil. Significa fundamentalmente abandonar hábitos e processos que fazem parte de sua vida por anos ou mesmo décadas. Significa estabelecer um novo modelo de governança, mais maduro e eficiente, para poder dedicar seu tempo e de sua valorosa equipe para o que realmente importa, a renovação do negócio.

Ao automatizar velhos processos de TI com a ajuda de Cloud, e claro, com Serviços Gerenciados ou Managed Services, você vai liderar seu time rumo ao novo e ganhar uma capacidade de se adequar às novas realidades. Estes cenários são comuns às empresas neste momento de profunda transformação: escalabilidade, agilidade, custos decrescentes, maior controle, mais inovação. Um mundo enorme à sua frente, desafiado pela sua reta capacidade de desapego e de mudança.

Vivemos momentos importantes no mundo e principalmente no Brasil que gritam por um posicionamento de relevância. É hora de decidir qual história deseja que contem sobre sua habilidade em seguir a tecnologia e a transformação que ela realmente entrega.

E por meio desta iniciativa, revolucionar com inovações reais aos modelos de trabalho. 

Maurício Fernandes – Presidente da Dedalus

Posts mais lidos

Microsoft Viva Insights: como melhorar sua gestão pessoal?

O Microsoft Viva Insights fornece, basicamente, algumas informações pessoais sobre dois fatores de extrema importância na gestão pessoal: o seu tempo e a sua produtividade. Ou seja, ele ajuda as pessoas a entenderem como gastam seu tempo e com que o gastam. Com ele, você pode ver – e gerenciar – como gastou seu tempo […]

Gestão de equipes: ajude o seu time a prosperar com o Microsoft Viva

Você já ouviu falar no Microsoft Viva para Gestão de Equipes? Para aqueles que ainda não conhecem, o Viva é uma plataforma de gestão de equipes e experiência de colaboradores, baseado na Microsoft 365 e usado no Microsoft Teams. Além disso, ele reúne comunicações, conhecimentos, aprendizados, recursos e insights para otimizar o fluxo de trabalho. […]

Segurança de dados e mercado de e-Learning: qual a relação?

Com o distanciamento social causado pela pandemia do coronavírus, as edtechs e o mercado de e-Learning, como um todo, tiveram um crescimento acelerado, sobretudo nos dois últimos anos. Mas, a boa notícia é que essa tendência de educação à distância deve continuar em alta, em ambos os segmentos, mesmo agora no pós-pandemia. Pelo menos, é […]

Assine a Newsletter