A advocacia é cada vez mais digital

Em um negócio de relacionamento, prover a melhor experiência aos nossos clientes foi a grande colaboração que a área de TI ofereceu na melhoria dos resultados do Mattos Filho

Mattos Filho + Dedalus

Minha primeira reação ao agendar uma conversa com Leonardo B. Brandileone, Gerente de Tecnologia e Interatividade do escritório Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados, foi buscar informações sobre o escritório e também sobre a evolução da importância da utilização de produtos, serviços e soluções de Tecnologia da Informação (TI) em escritórios de advocacia.

A primeira etapa da minha pesquisa me trouxe as melhores informações sobre o escritório. O Mattos Filho é um escritório de advocacia com 24 anos de atuação, contando com 72 sócios, cerca de 400 advogados e um total de 966 profissionais que se distribuem por sete unidades – cinco no Brasil (três em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília), além de unidades em Nova Iorque e Londres. Atende empresas nacionais, multinacionais, públicas e privadas de todos os segmentos da economia. No ano de 2016, o Mattos Filho teve sua excelência em serviços reconhecida pelo conceituado diretório jurídico britânico Chambers & Partners, com a designação de “Melhor escritório de Advocacia do Brasil”.

Já sem nenhuma dúvida sobre o escritório, realizei uma entrevista com Leonardo para falarmos sobre a TI dentro do Mattos Filho e os melhores momentos dessa agradável conversa estão descritos nos próximos parágrafos.

Atmosfera Dedalus – Leonardo, a primeira pergunta é sobre essa área de TI que está sob sua gestão. Pode nos trazer alguns detalhes dessa operação?

Leonardo Brandileone – Estou no Mattos Filho há três anos e meio e tenho sob minha responsabilidade uma equipe de 48 profissionais de TI que atuam sempre orientados a fazer da área de TI uma área estratégica provendo apoio aos processos internos e às decisões da organização. Logicamente essa visão não pode relegar a segundo plano os procedimentos e rotinas operacionais que mantém a operação de TI funcionando. Esse é o principal desafio de nossa área nesse momento: acompanhar a rapidez da evolução da tecnologia, usufruindo de seus benefícios, integrando essa evolução aos sistemas e aplicações legados que ainda deverão ser utilizadas por algum período de tempo.

Atmosfera Dedalus – Quando falamos em evolução tecnológica, o modelo Computação em Nuvem é sempre citado com destaque. Qual a sua estratégia com relação a esse tema?

Leonardo Brandileone – Gosto muito do modelo Nuvem e tenho certeza que esse modelo de negócios se imporá cada vez mais dentro das empresas. Características como flexibilidade, escalabilidade, pagar apenas pelo que efetivamente usa, segurança, suporte 24×7 com SLAs extremamente agressivos, entre outras, já se consolidaram nas ofertas de serviços dos principais provedores e nos trazem um grande conforto para a contratação de Nuvem. Em minha opinião, a melhor proposição é aquela que contempla ambiente híbrido de TI, onde convivam soluções em nuvem pública, a migração de ambientes e aplicações para nuvem privada e ainda a manutenção de alguns sistemas e recursos de infraestrutura “on-premises”. Esse é o caminho que estamos trilhando e com grande sucesso, até o momento. Um ganho adicional que tem sido obtido a partir da necessidade de padronização para realizar a migração para a Nuvem é o salto em qualidade em governança e também em nossas rotinas e processos internos.

Atmosfera Dedalus – Bom saber disso. Qual o papel da Dedalus nesse cenário tão positivo?

Leonardo Brandileone – Já tínhamos algo rodando em Nuvem junto à AWS e Azure quando decidimos pela migração para a solução Office365 da Microsoft e realizamos um processo em busca de um parceiro para nos auxiliar nessa migração. Definimos uma short-list dos fornecedores com referência no mercado e decidimos pela contratação da Dedalus. A Dedalus está conosco nos apoiando nessa migração em todas as etapas: planejamento, especificação, transição e, atualmente, com serviços gerenciados. Cabe aqui colocar que estamos muito satisfeitos com o trabalho da Dedalus, com destaque especial para a aproximação do Mauricio Fernandes, presidente da empresa, que além de vir até o Mattos Filho para entender as nossas necessidades, ainda conta com uma excelente cadeia de relacionamento com grandes empresas do mercado como, por exemplo, a Microsoft. Tudo o que foi negociado tem sido cumprido. A equipe da Dedalus entendeu claramente nossas necessidades de agilidade e velocidade de acesso às informações existentes na vasta quantidade de processos e documentos que nossos advogados precisam manipular.

Atmosfera Dedalus – Em sua opinião, qual a melhor forma para mostrar valor dos serviços em Nuvem, como o Office 365, aos executivos de negócio?

Leonardo Brandileone – Na minha opinião o caminho é a elaboração de um Business Case considerando a manutenção desses serviços dentro de nossa infraestrutura e sob a gestão total da área de TI versus a migração para um ambiente de nuvem. Devem ser considerados aspectos financeiros (investimento, CapEx, OpEx), o nível dos riscos da operação, estando dentro ou fora de casa, e questões como flexibilidade, velocidade, competitividade, etc. O sucesso do projeto de migração para Office 365 com o apoio da Dedalus, serviu como modelo para a elaboração de novo Business Case para a contratação de uma solução de Nuvem Privada. Sabemos que Nuvem é muito bom, e contar com parceiros habilitados, como a Dedalus, nos traz mais segurança e torna essa experiência melhor.

Atmosfera Dedalus – Já agradecendo a sua atenção, gostaria que você nos desse sua visão de futuro para a área de TI em seu papel de alinhamento à estratégia de negócios da Mattos Filho.

Leonardo Brandileone – Vou separar minha resposta em dois temas:

  1. Tecnologia – Para um negócio em que a confidencialidade é vital e o volume de informações é muito grande, o poder de armazenamento e processamento tem que ser alto para prover respostas cada vez mais rápidas. Neste caso, o modelo Nuvem é excelente. Temos que fazer sistemas e implementar soluções capazes de processar grande quantidade de documentos para permitir aos advogados prover valor aos nossos clientes.
  2. Experiência do cliente – No cenário atual em que tudo acontece muito rapidamente, todo cliente (externo e/ou interno) demanda por eficiência e redução de custos, ou seja, o serviço disponibilizado tem que funcionar na melhor velocidade possível e com excelente relação custo x benefício. Aprimorar a experiência de nossos clientes é prioridade total de nossa equipe. Nosso objetivo é investir na conscientização e em treinamentos para ampliar a cultura do uso de tecnologia dentro da organização.

Nosso negócio é relacionamento e prover a melhor experiência aos nossos clientes é a grande colaboração que a área de TI pode oferecer na melhoria dos resultados do Mattos Filho.

Material publicado na edição 3 da revista Atmosfera Dedalus

Adote a nuvem no seu negócio também

Fale conosco agora
Ilustração de integração (IpaaS) em nuvem

Assine a Newsletter