Jornal “O Dia”: entender a cultura de um publisher faz toda a diferença

Algumas situações que eram quase impraticáveis devido à complexidade e ao custo de implantação, atualmente, com a utilização dos serviços disponíveis em cloud, se transformaram em um processo de fácil utilização

O Dia + Dedalus

Assim como qualquer outra oferta de serviços, os provedores de produtos e soluções em nuvem precisam estar preparados e capacitados para atender às peculiaridades das empresas consumidoras de seus serviços. Os desafios a serem atendidos variam muito entre os diversos segmentos econômicos e até entre empresas do mesmo ramo de atuação. Para um e-commerce, os picos de consumo representam o principal desafio. Já para o mercado financeiro, aspectos como velocidade e segurança estão entre os principais temas a serem atendidos.

Nosso entrevistado, Luiz Mendes Junior, diretor de Mídias Digitais e Tecnologia do jornal “O Dia”, nos trouxe a informação que no mundo de mídia e, particularmente, no jornalismo em tempos de Internet, o grande desafio é o timing para se efetuar qualquer publicação. Afinal de contas, o seu produto – a notícia – é muito perecível e qualquer atraso transforma esse produto em algo pouco ou nada interessante para o consumidor.

Além desta informação diferenciada, veja a seguir também outras visões muito interessantes do executivo sobre a utilização da nuvem no mercado de Publishers.

Atmosfera Dedalus – Por que nuvem? E como escolher os fornecedores adequados?

Luiz Mendes Jr. – Há um bom tempo, nuvem é uma realidade dentro do nosso grupo. Desde as contratações iniciais de infraestrutura de TI como serviço, tivemos a grata surpresa que o discurso de venda dos fornecedores se mostrou verdadeiro, na prática, em nosso mundo real. Flexibilidade, escalabilidade, redundância de hardware e de rede e itens preocupantes como a segurança dos dados e da informação, compuseram e ainda compõem um cenário bem confortável para nós, como usuários das soluções em nuvem.

O nosso maior desafio no processo de seleção do fornecedor adequado estava em ter ao nosso lado, um parceiro que conhecesse as necessidades de uma empresa que atua no segmento de notícias, que são imprevisíveis, precisam ser divulgadas no instante em que acontecem e nascem e morrem em minutos. Ou seja, nossa busca foi por um fornecedor que “tivesse especialização no conhecimento do perfil de um Publisher”. Sabíamos que não necessariamente um ótimo fornecedor é um ótimo fornecedor para um Publisher.

Logicamente, isso não consta de qualquer contrato, mas foi decisivo na definição da Dedalus como nosso parceiro para a nuvem, junto com a AWS que já nos fornecia os recursos “como serviço”.

Atmosfera Dedalus – A percepção inicial é que cloud é absolutamente natural para vocês. É isso mesmo?

Luiz Mendes Jr. – Sim. Como disse anteriormente temos aproveitado todas as características do modelo cloud. Tudo que é possível já migramos para nuvem e temos total confiança e segurança para avançar nessa jornada, sempre que tivermos novas soluções e serviços disponibilizados no mercado. Não faz sentido algum ter custos com profissionais especialistas e com recursos físicos sob nossa gestão, quando podemos contar com parceiros que atendem, de forma eficiente, os requisitos de gestão na camada de tecnologia. Com certeza, isso não está entre as prioridades da nossa empresa.

A gestão do ambiente computacional está muito bem alinhada à estratégia de gestão do negócio. Todas as áreas da organização se sentem confortáveis e seguras com a utilização de serviços via nuvem. Hoje, a área financeira trabalha integralmente com aplicações, dados e informações hospedados na nuvem. Algumas situações que eram quase impraticáveis devido à complexidade e ao custo de implantação, atualmente, com a utilização dos serviços disponíveis em cloud se transforam em um processo de fácil utilização. Por exemplo, toda a questão de segurança necessária para prover aos jornalistas a possibilidade de acessar remotamente as nossas bases de dados, que era um fator crítico. Agora tudo é feito com excelentes resultados, sem abrir mão da segurança, uma das nossas principais preocupações.

Atmosfera Dedalus – Algo a mais para falar dos benefícios do trabalho com a Dedalus?

Luiz Mendes Jr. – Um fator decisivo para a escolha da Dedalus foi o fato de já terem empresas do nosso segmento de atuação na sua base de clientes.  Ou seja, conhecem o discurso, entendem as necessidades e vivenciaram situações semelhantes às nossas, o que é sempre positivo. Nesse período de atuação conjunta, foram muito além do back-end, que é o foco de atuação e nos auxiliaram apontando falhas em aplicações internas, no front-end e que vinham causando um aumento no consumo de recursos. Essa proatividade, esse conhecimento e grau de especialização e integração atende integralmente nossa expectativa junto aos fornecedores.

Atmosfera Dedalus – Podemos afirmar então que o mercado de cloud já está maduro no Brasil?

Luiz Mendes Jr. – Para mim a caracterização de maturidade em cloud é algo bem interessante, uma vez que considero essa maturidade estar baseada em Inovação. Pode parecer um contrassenso. Basta ver que as empresas mais maduras em cloud são exatamente aquelas que estão na vanguarda tecnológica. Preocupadas com a evolução, investem na estratégia de prover recursos que não existiam tempos atrás. Maturidade em nuvem não significa solidificar o legado, não remete ao antigo e, principalmente, não está atrelada à consolidação de alguma coisa apenas porque se mostrou confiável.

Em minha opinião, as empresas usuárias estão mais maduras no tema computação em nuvem. Os executivos se sentem seguros em abordar o tema e evoluir com as implementações em suas empresas, até como o reflexo de nossa vida particular, onde somos usuários em tempo integral de nuvem. Apesar de termos diversos fornecedores em um bom estágio de maturidade, ao ofertar e prover serviços na nuvem, ainda há muita gente bem distante desse status. Nosso mercado tem uma grande quantidade de conhecedores, mas se ressente de um maior número de entendedores quando o tema é nuvem.

Em nosso grupo, cloud vai continuar evoluindo e certamente com os parceiros mais especializados, mais capacitados e com ofertas, serviços e processos maduros alinhados à nossa estratégia de crescimento.

Conteúdo publicado na edição 6 da revista Atmosfera Dedalus 

Adote a nuvem no seu negócio também

Fale conosco agora
Ilustração de integração (IpaaS) em nuvem

Assine a Newsletter