Descubra como fazer a ingestão de dados da forma correta

Estar sempre à frente da concorrência, gerando resultados acima da média. Esse é o desejo de todas as empresas. Como fazer isso?

É preciso observar que, em todas as épocas, tiveram maior sucesso aqueles que melhor desenvolveram as habilidades necessárias para usar os recursos disponíveis.

Nessa Era da Informação, existe uma habilidade que é a senhora de todas as outras: a capacidade de coletar e analisar dados de forma eficaz. Isto de modo que essas informações possam ser utilizadas para decisões rápidas e acertadas e para gerar insights, que garantam que sua empresa mantenha-se em campo.

Dados são a moeda mais valiosa de nosso tempo! O preço do sucesso é contado em dados bem utilizados.

Você está fazendo bom uso dos seus?

Impactos negativos de dados pouco precisos no seu negócio

Muitas empresas não têm consciência, mas o preço que pagam por não fazerem um bom trabalho de coleta, ingestão e análise de dados é bem mais alto do que imaginam.

Dados imprecisos podem levar a muitas consequências negativas para sua empresa.

Resumindo, você corre o risco de perder dinheiro. Mas, vamos aos detalhes:

Dados imprecisos, decisões equivocadas

Errar nas decisões, mesmo que minimamente, pode levar sua empresa rumo a terras totalmente desconhecidas. E isso pode não acabar bem. Os erros parecem pequenos, as mudanças de direção são mínimas, mas em pouco tempo, você percebe que saiu totalmente da rota. 

Dados imprecisos, oportunidades perdidas

Além disso, dados imprecisos podem fazer com que você perca grandes oportunidades. Ter informações precisas sobre seus clientes é fundamental para você atraí-los e acompanhá-los durante toda a jornada até o momento da compra.

Dados imprecisos, reputação afetada

As pessoas, hoje, esperam cada vez mais por personalização. Personalização de produtos, de serviços, de informação, de atendimento… Direcionar o conteúdo certo para a pessoa errada ou vice-versa pode “pegar mal”.

Sites como Reclame Aqui,  comentários e avaliações feitas nas mídias sociais são a prova disso. Com a Internet, não dá mais para esconder erros. As pessoas sabem, as pessoas se importam, as pessoas comentam.

Por outro lado, aquelas empresas que possuem dados precisos têm a chance de surpreender seus clientes e cair nas graças do público. E fidelização, certamente é algo que você deseja, não é?

Dados imprecisos, produtividade prejudicada

Não é só o seu público que sofre com sua falta de cuidado com seus dados. Sua equipe também.

Seus funcionários dificilmente serão bem sucedidos operando com informações falhas. Além de que eles ajudarão sua empresa remar para o lado errado, ainda ficarão insatisfeitos e muitos, provavelmente, acabarão pedindo as contas.

Reter talentos atualmente é um dos grandes desafios. Você pode evitar esse problema em grande parte ajudando-os a terem sucesso dentro da sua empresa.

Leia também: Armazenamento em nuvem: por que custa tão caro não implementá-lo

Erros durante a ingestão de dados no sistema, o início do fim

A ingestão de dados na sua empresa é uma ação crucial que vai orientar muitas das suas decisões, conduzir muitos dos seus processos e determinar muitos dos seus resultados.

Porém, muitas das empresas falham justo nesse momento.

E as consequências, como você pode ver acima, são muitas.

E elas não param por aí. As coisas são um pouquinho piores:

Segundo uma pesquisa feita pela IBM, dados ruins custam às empresas americanas três trilhões de dólares por ano.

Um outro estudo realizado pelo Gartner descobriu que a maioria das organizações pesquisadas perdem US$ 9,7 milhões por ano, e ainda que 40% das iniciativas empresariais falham devido à má qualidade dos dados.

Uma pesquisa realizada pela Experian Data Quality constatou que as empresas perdem em média 12% de sua receita devido a dados ruins. Ao incluir todos os negócios nos Estados Unidos, as perdas chegaram a US$ 600 bilhões!

Além disso, dados de baixa qualidade, como dados duplicados, podem custar às empresas até milhões de dólares devido a excessos nos custos de marketing apenas para alvos desnecessários.

Não só a perda de uma certa quantia de dinheiro, as empresas também sofrem com o tempo perdido. Estima-se que cada empresa tenha sofrido uma perda de tempo de 550 horas por ano, em média. E não só isso, 10% dos registros de clientes e prospects contêm erros críticos de dados, que incluem dados demográficos defeituosos, disposições expiradas e outras falhas básicas.

Por outro lado, o Sirius Group, uma Seguradora Internacional, revela que as melhores práticas em qualidade de dados podem resultar diretamente em um aumento de 70% na receita.

Tendo em vista todo esse panorama, já deu para perceber que, se dados são a energia vital do seu negócio, fazer a ingestão correta deles é uma das missões mais importantes que você tem para garantir a vida longa e bem-sucedida da sua empresa.

O grande desafio é…

Como fazer a ingestão de dados sem falhas?

Primeiro, é preciso entender onde a maioria das empresas está falhando.

Os motivos são óbvios: pouco conhecimento e gerenciamento de dados ineficiente.

O que acaba acontecendo na maioria das vezes é que esses dados errados precisam ser corrigidos o quanto antes, e fazer isso é demorado e custa caro para o seu negócio.

Sem uma gestão contínua, multifocal, feita antes que esses dados sejam inseridos na inteligência do seu negócio, ficará muito difícil fazer sua empresa alcançar uma alta performance.

Para isso, é necessário fazer a ingestão através de um sistema de gerenciamento de dados que abranja 4 etapas:

  • Performance
  • Segurança
  • Custos
  • Continuidade

Com a Gestão de Performance, você receberá informações acuradas sobre desempenho, com solução de possíveis problemas.

Além disso, você poderá contar com um monitoramento de execução de pipeline, análise aprofundada de erros, registro e investigação de alertas de desempenho e muito mais.

A Gestão de Segurança é o nosso segundo pilar, que vai muito além de apenas monitorar possíveis incidentes.

A configuração de todo o ambiente com base nas melhores práticas de segurança, juntamente com a criptografia de dados, irá mitigar diversos tipos de risco, além de garantir o controle de compartilhamento de informações com público interno ou externo.

Com a Gestão de Custos, você terá controle total para poder otimizar seus resultados através de relatórios e alertas de gastos de acordo com os valores acordados na fase de configuração.

Além disso, você terá sugestões e recomendações de novos serviços de acordo com seu consumo e suas necessidades.

E, por fim, a Gestão de Continuidade, que irá dar a você a tranquilidade de ter as operações funcionando e seus dados sendo monitorados 24 horas por dia, 7 dias por semana. Qualquer incidente, você receberá um alerta e uma solução imediata. 

Conclusão

Estar à frente da concorrência, ter alto desempenho e resultados acima da média não é questão de sorte.

Dados são ouro, se bem utilizados. É preciso saber fazer a ingestão de dados corretamente.

Não deixe que a falta de conhecimento técnico ou a falta de gerenciamento de dados afete o seu negócio.

A Dedalus pode ser sua parceira nesta jornada! Teremos prazer em ajudar.

Tudo o que você precisa fazer agora é entrar em contato conosco para saber como isso pode se tornar uma realidade na sua empresa.

Clique AQUI e conheça os Serviços Gerenciados de Dados

Posts mais lidos

Microsoft Viva Insights: como melhorar sua gestão pessoal?

O Microsoft Viva Insights fornece, basicamente, algumas informações pessoais sobre dois fatores de extrema importância na gestão pessoal: o seu tempo e a sua produtividade. Ou seja, ele ajuda as pessoas a entenderem como gastam seu tempo e com que o gastam. Com ele, você pode ver – e gerenciar – como gastou seu tempo […]

Gestão de equipes: ajude o seu time a prosperar com o Microsoft Viva

Você já ouviu falar no Microsoft Viva para Gestão de Equipes? Para aqueles que ainda não conhecem, o Viva é uma plataforma de gestão de equipes e experiência de colaboradores, baseado na Microsoft 365 e usado no Microsoft Teams. Além disso, ele reúne comunicações, conhecimentos, aprendizados, recursos e insights para otimizar o fluxo de trabalho. […]

Segurança de dados e mercado de e-Learning: qual a relação?

Com o distanciamento social causado pela pandemia do coronavírus, as edtechs e o mercado de e-Learning, como um todo, tiveram um crescimento acelerado, sobretudo nos dois últimos anos. Mas, a boa notícia é que essa tendência de educação à distância deve continuar em alta, em ambos os segmentos, mesmo agora no pós-pandemia. Pelo menos, é […]

Assine a Newsletter