Gestão de crise: como fazer um bom plano de continuidade?

Algumas crises de aspectos sociais, econômicos e sanitários, como a causada pela COVID-19, são capazes de alterar profundamente a rotina das organizações, colocando em risco a segurança dos seus processos e até mesmo a efetividade do seu negócio. 

Nesse sentido, é primordial saber como fazer uma boa gestão de crise através de um plano de continuidade que preveja ações de curto, médio e longo prazo.

Ou seja, o foco na estabilidade, na mobilização tecnológica e no fortalecimento do negócio são aspectos que, mais do que nunca, precisam estar presentes nas pautas corporativas.

A grande questão aqui é que, no mundo corporativo, as crises – quando não são bem gerenciadas – podem levar um negócio à ruína, e para evitar que isso aconteça trouxemos algumas dicas que vão ajudar a sua empresa a facilitar os seus processos.

Quer saber como? Então continue a leitura e descubra!

Leia também: Armazenamento em nuvem: custa caro não implementá-lo!

Qual é a real importância de uma gestão de crise?

Com a ajuda de uma gestão de crise eficiente e um bom plano de continuidade, sua empresa pode conseguir contornar muitas situações inesperadas como, por exemplo, servidores offline, equipamentos quebrados e vazamento de dados que podem, inclusive, manchar a sua reputação no mercado, comprometendo assim todos os seus resultados. 

Confira agora como fazer uma gestão de crise de maneira efetiva:

Implemente uma análise de riscos

Se o seu objetivo é otimizar os processos, reduzir os custos e garantir a eficiência, a análise de riscos é algo fundamental. Afinal, as empresas estão sujeitas aos mais diversos cenários e, alguns deles, podem se tornar grandes problemas caso não sejam contornados a tempo. 

Dessa forma, o seu plano de continuidade deve envolver um diagnóstico preciso e uma análise de riscos completa, mostrando as principais vulnerabilidades às quais a sua empresa está sujeita, sejam elas derivadas de fatores internos ou externos. Pois, como bem se sabe, imprevistos acontecem e a melhor forma de lidar com eles é estando prevenido.

Elabore um plano de contingências

A partir da análise de riscos, o próximo passo das estratégias de gestão de crise é a criação de um plano de contingência. Ou seja, um documento que descreva as condutas que devem ser tomadas em determinadas situações, visando a continuidade dos processos.

Afinal, todas as empresas estão sujeitas a riscos, panes e imprevistos.

Mas ter ciência disso permite a antecipação dos problemas e a facilitação das respostas.

Leia também: por que a nuvem e por que agora?

Entenda as suas prioridades

Seguindo as etapas acima, você terá em suas mãos um panorama completo de riscos. Desse modo, será possível saber quais deles são mais urgentes e precisam ser priorizados.

Viu só? Um bom plano de continuidade pode favorecer (e muito) o seu negócio!

Quer descobrir também como a Dedalus pode ser a sua parceira nesta jornada? 

Então saiba que que a nossa Gestão de Continuidade tem como objetivo gerir ambientes para que se mantenham disponíveis e, em caso de queda, sejam restabelecidos no menor tempo possível. Para isso, utilizamos ferramentas e uma gestão específica, salvaguardando dados e estabelecendo procedimentos efetivos de restabelecimento de ambientes, além de constantes monitoramentos e otimizações das plataformas.

Se interessou?

CONHEÇA TAMBÉM NOSSOS SERVIÇOS GERENCIADOS PARA DADOS

 

Posts mais lidos

Microsoft Viva Insights: como melhorar sua gestão pessoal?

O Microsoft Viva Insights fornece, basicamente, algumas informações pessoais sobre dois fatores de extrema importância na gestão pessoal: o seu tempo e a sua produtividade. Ou seja, ele ajuda as pessoas a entenderem como gastam seu tempo e com que o gastam. Com ele, você pode ver – e gerenciar – como gastou seu tempo […]

Gestão de equipes: ajude o seu time a prosperar com o Microsoft Viva

Você já ouviu falar no Microsoft Viva para Gestão de Equipes? Para aqueles que ainda não conhecem, o Viva é uma plataforma de gestão de equipes e experiência de colaboradores, baseado na Microsoft 365 e usado no Microsoft Teams. Além disso, ele reúne comunicações, conhecimentos, aprendizados, recursos e insights para otimizar o fluxo de trabalho. […]

Segurança de dados e mercado de e-Learning: qual a relação?

Com o distanciamento social causado pela pandemia do coronavírus, as edtechs e o mercado de e-Learning, como um todo, tiveram um crescimento acelerado, sobretudo nos dois últimos anos. Mas, a boa notícia é que essa tendência de educação à distância deve continuar em alta, em ambos os segmentos, mesmo agora no pós-pandemia. Pelo menos, é […]

Assine a Newsletter