Nossa vida entre Microsoft e Amazon Web Services

*Por Maurício Fernandes

A Dedalus se posicionou, em 2009, para o mercado de Cloud e por isso somos testemunhas, às vezes protagonistas, da evolução deste mercado. Mas há algo que ocupa boa parte da nossa energia: viver entre Microsoft e Amazon Web Services, um desafio pelos nossos clientes e que tem trazido aprendizado e diferenciação. Microsoft e Amazon, cujos fundadores são dois homens que estão na lista dos mais ricos do mundo e esta não é uma coincidência. Duas culturas e histórias diferentes, empresas fundadas na mesma região de Seattle e que se igualam na disputa pela liderança do segmento mais aquecido de tecnologia, o de Cloud Computing.

Conseguimos posicionar a Dedalus em ambas as empresas, pois temos experiência, relevância, certificações e presença. E, assim ajudar os clientes de maneira singular. Descobrimos que a intersecção entre ambos é bem menor do que aparenta a competição que existe, à primeira vista. Azure e Office 365 são a expressão, a extensão natural da madura oferta da Microsoft em Cloud. A AWS criou seu próprio posicionamento e diferenciais em ambientes de alta escala, serviços especiais como o KRALD (sigla criada pela AWS para compilar a definição de Kinesis, Redshift, Aurora, Lambda e DynamoDB) e um marketplace maior. Como o mundo de sistemas operacionais se dividiu naturalmente entre Windows e Linux, vemos Cloud se polarizar entre essas duas fantásticas empresas.

Poder ver uma competição saudável entre os dois é ter a certeza de que há vitalidade e progresso no mercado. Representar ambas, ao mesmo tempo, de maneira coerente com nossos valores e a busca da melhor oferta para cada cliente é um desafio que temos conseguido vencer, embora requeira atenção diária. E, afinal descobrimos que não estamos “entre os dois” e sim “com os dois” líderes do mercado de Cloud, resolvendo desafios em clientes de maneira singular.

À medida que o mercado corporativo adota Cloud, movimento que se intensificou há uns três anos, vemos a necessidade de preencher lacunas que ficam entre essas nuvens e a solução esperada pelo cliente. Utilizando nossa experiência em datacenters físicos, que vem desde o final do século XX, conseguimos criar nossa visão do que é hoje chamado Serviços Gerenciados, que garante ambientes bem geridos. Vimos a maioria do mercado optar por esta oferta ao invés de fazer o insource destas capacitações, um reconhecimento à necessidade de a área de TI ajudar no negócio e não na operação da tecnologia. Tudo parecia fazer sentido: ambientes bem construídos e depois bem geridos. Mas falta mais uma habilidade para garantir o sucesso de nossos clientes.

De uns tempos para cá, vimos algo novo surgir, com reflexos na AWS e na Microsoft. Gerir bem já não garante que a evolução dos ambientes acompanhe a das tecnologias, que avançam a uma velocidade sem igual no nosso mercado. Precisamos criar mecanismos para que cada empresa faça sua jornada para a Nuvem e, de fato consiga, de maneira natural, evoluir e se re-transformar continuamente, garantindo não somente a atualização de suas arquiteturas, mas principalmente a transformação do posicionamento e dos seus negócios. Isso é o que chamamos de Transformação Digital.

E aí, novamente, vemos a personalidade de nossos parceiros surgindo claramente. Enquanto a Microsoft traz ofertas completas ou releituras de suas tecnologias tradicionais, a AWS apresenta componentes que podem ser integrados por terceiros para se construir ambientes altamente personalizados.

Quem vai ganhar? Qual dos dois está certo? Não importa. Esta disputa nunca será conclusiva. Não há certo e errado. É nosso papel como Cloud Services Broker orientar aos nossos clientes sobre como utilizar cada uma delas e garantir a melhor solução possível, tornando nossos clientes os mais competitivos, ágeis e digitais possível. Um desafio que estamos animados em responder com pioneirismo e energia, como sempre o fazemos.

E se o cliente ganha, todo mundo ganha junto.

*Maurício Fernandes é presidente da Dedalus Prime

Posts mais lidos

Microsoft Viva Insights: como melhorar sua gestão pessoal?

O Microsoft Viva Insights fornece, basicamente, algumas informações pessoais sobre dois fatores de extrema importância na gestão pessoal: o seu tempo e a sua produtividade. Ou seja, ele ajuda as pessoas a entenderem como gastam seu tempo e com que o gastam. Com ele, você pode ver – e gerenciar – como gastou seu tempo […]

Gestão de equipes: ajude o seu time a prosperar com o Microsoft Viva

Você já ouviu falar no Microsoft Viva para Gestão de Equipes? Para aqueles que ainda não conhecem, o Viva é uma plataforma de gestão de equipes e experiência de colaboradores, baseado na Microsoft 365 e usado no Microsoft Teams. Além disso, ele reúne comunicações, conhecimentos, aprendizados, recursos e insights para otimizar o fluxo de trabalho. […]

Segurança de dados e mercado de e-Learning: qual a relação?

Com o distanciamento social causado pela pandemia do coronavírus, as edtechs e o mercado de e-Learning, como um todo, tiveram um crescimento acelerado, sobretudo nos dois últimos anos. Mas, a boa notícia é que essa tendência de educação à distância deve continuar em alta, em ambos os segmentos, mesmo agora no pós-pandemia. Pelo menos, é […]

Assine a Newsletter